Astrologia Empírica, o segredo trás as previsões 2015

Escrito no dia 18/Dezembro/2014 por

Muitas vezes me perguntam sobre a base astrológica trás o programa das previsões para 2015, que com a data e hora de nascimento de cada pessoa calcula uma previsão personalizada, a verdade é que não é simples nem fácil de explicar, basicamente foi desenvolvido utilizando uma ferramenta da Astrologia Chinesa chamada Lo Pan, que poderia traduzir-se como planisfério adivinhatório, o que eu fiz é este:

planisfério de adivinhação chinês usado para as previsões 2015

Em suma, a parte arredondada representa o céu, e a parte restante representa a Terra e tudo o que ela contem, incluindo a nós mesmos.

Estes planisférios de adivinhação chineses datam de há milhares de anos, e há inúmeras versões, mas o mecanismo e a ideia trás eles é sempre a mesma, o que eu fiz é baseado neste modelo dos começos da Dinastia Han (200 anos antes de Cristo):

Desenho de planisfério de adivinhação chinês da Dinastia Han

Então, para calcular uma previsão de acordo com o horóscopo chinês, para o ano da Cabra de Madeira (2015), por exemplo, o procedimento é o seguinte:

  1. No disco arredondado representando o Céu, usamos algum tipo de fichas para representar os principais corpos celestes:
    • Sol
    • Lua
    • Júpiter
    • Vénus
    • Marte
    • Saturno
    • E outros que achemos apropriados

    É preciso colocá-los na posição que ocupam no momento da previsão, por isso é que no disco aparecem desenhadas as grandes estrelas, para colocar as fichas na sua posição correta, e assim obter uma representação esquemática do céu, também podemos girar o disco do céu sobre a placa da Terra para ver como a posição do céu e as suas estrelas mudam em relação à Terra com o passar do tempo.

  2. Na área que representa a Terra, há duas secções:
    • Azul: representa a pessoa da previsão.
    • Vermelha: simboliza o entorno da pessoa, como é entendido pelo Feng Shui.

    Então, na área azul representamos os signos e as energias da pessoa de acordo com a sua data e hora de nascimento, desta forma podemos comparar estes dados com os representados para o céu no momento da previsão, e também estudar a evolução hora por hora movendo o disco do Céu.

  3. Uma vez que temos representado o céu num momento determinado (meados de Junho 2015, por exemplo) e os dados da pessoa, é só ver como eles se relacionam entre si e, portanto, deduzir a previsão, esta é a parte mais difícil, já que existem muitas maneiras diferentes de fazê-lo de acordo com diferentes autores e astrólogos...

A minha abordagem é um simples ver o que dá e o que não, então pacientemente anotei todas as coisas que estavam a acontecer ao meu redor no decorrer de muitos meses (e alguns anos), bem como em torno de outras pessoas que conheço; para isso usei este tipo de calendários com um espaço em branco para cada dia, por exemplo, esta página é de Janeiro deste ano:

Exemplo de calendário usado para calcular predições 2015

Assim foi que pouco a pouco comparei o que acontecia nos céus com as coisas a acontecer sobre a Terra, tentando ver o que funciona e o que não, num nível astrológico, até que cheguei a um tipo de algoritmo que parecia ter sentido e dar resultados maioritariamente certos, é claro que ainda está muito longe de ser perfeito, e tenho a vontade de melhorá-lo quando tenha tempo para isso; você pode até mesmo enviar-me quaisquer comentários ou sugestões sobre ele.

De qualquer forma, não acho que tenha inventado nada de novo, na verdade, tudo o que tentei o tirei de antigos textos chineses, apenas usei um computador para ver facilmente o que fazia sentido e o que não de acordo com os meus dados, não foi tão diferente de qualquer pequeno experimento científico feito numa universidade.

Até o momento, a melhor maneira de saber se essas previsões personalizados para o ano de cabra madeira dão resultados certos ou não, é apenas dar uma olhada para as previsões dos últimos anos, e veja por si mesmo se os resultados fazem sentido ou não, se fizeram sentido no passado, talvez o vão fazer também no futuro.

No entanto, a minha conclusão, depois deste trabalho é que as influências astrológicas são muito ténues quando se trata de previsões como estas, e muitas vezes a mesma configuração astronómica pode resultar em aconteceres muito diferentes na prática e, é por isto que estes programas não têm a intenção de prever o futuro como se você estivera a assistir um filme, mas apenas para oferecer um esboço das tendências gerais.

Nacho, o autor

Nacho (o autor)

Técnico de Sistemas de profissão, no meu tempo livre gosto de estudar astrologia chinesa entre muitas outras coisas, assim foi que fiz este site web sobre o tema.

Nasci na Espanha há já 41 anos, em 1999 terminei de estudar engenharia industrial e começei trabalhar como técnico de sistemas Unix, no ano 2004 começei com este web site, e desde o 2008 estive a morar e viajar num barco de vela; nos ultimos tempos tenho estado quase sempre nas ilhas Açores onde resido atualmente.

Pode ver o meu perfil completo aqui.

Contato

Las Cartas de la Vida © 2004-2019